21
Mar 10

 

Como sabem, hoje em dia, somos bombardeados com imensos anúncios publicitários. Às vezes, só os vemos porque não está a dar nada de especial interesse na televisão, outras vezes porque não nos apetece mudar de canal :D A verdade é que a publicidade televisiva exerce uma grande influência sobre nós, fazendo com que desejemos algo que nem sequer precisamos. Quantas vezes não te apeteceu comer um hambúrguer depois de assistir ao anúncio publicitário do McDonald’s? Ou quantas vezes, no supermercado, escolheste comprar um produto que achavas ser de qualidade só porque o tinhas visto na televisão?

 

 

Exemplos de produtos do McDonald’s que são publicitados na televisão.

A publicidade é um meio de difusão de ideias, uma técnica usada para promover a venda de algo. Actualmente, poucas são as actividades que com ela não beneficiam. Restaurantes, médicos, engenheiros, artistas, supermercados, todos a usam de alguma forma.

Os anúncios publicitários devem ser criativos e originais para que chamem a nossa atenção, criando um desejo inconsciente, de aquisição e necessidade. É indispensável persuadir o telespectador em termos emocionais, apelando, por isso, a sentimentos, emoções e medos. A publicidade pode, assim, actuar sobre diferentes tendências humanas:

·         Necessidade de certeza:  

 

o   Utilização de pessoas famosas ou especializadas em determinadas áreas;

Cristiano Ronaldo a publicitar o BES.  

  • Vaidade:

o  É utilizada nos anúncios de roupas, cosméticos, acessórios,…

o  Anúncios televisivos a cirurgias plásticas.

 

·         O princípio do menor esforço:

 

o  Surge nos anúncios que nos apresentam produtos como sendo de fácil utilização.

 

·         A necessidade de segurança:

 

o  Utilização do argumento “apoio ao cliente”.

 

·         A importância dada aos gastos:

 

o  Este género de tendência é explorado nos saldos e durante as promoções, muitas vezes enganosas.

 

·         A sensibilidade:

 

o  Vários anúncios utilizam bebés e animais para tentar persuadir os telespectadores mais sensíveis.                                       

Existem anúncios tão bem elaborados que se torna difícil descortinar neles alguma mentira. Contudo, estas existem frequentemente, pelo que é necessário estarmos atentos e evitarmos deixar-nos influenciar.  

 

 

 

O vídeo anterior é um exemplo de uma publicidade de iogurtes um pouco enganosa, pois pode transmitir aos jovens ideias erradas. Nele surgem jovens de aspecto saudável e com um corpo fantástico, transmitindo a ideia de que, por ser magro, o iogurte leva a que as pessoas percam peso. Mas isso não é verdade. Por vezes, existem muitos iogurtes que aparentam ser magros e baixos em calorias, mas que se formos verificar nos ingredientes nem o são. Além do mais, não é por se ingerir estes iogurtes que se irá ficar com o corpo igual ao das jovens do anúncio. Para isso, são necessários outros cuidados, nomeadamente uma alimentação saudável e exercício físico regular. É importante, então, reflectirmos sempre sobre aquilo a que assistimos na televisão, analisando a sua veracidade.

 

Às vezes, mais vale evitar assistir aos anúncios publicitários. Quando começarem os intervalos, o melhor mesmo é mudar de canal ou aproveitar o tempo para fazer alguma coisa.

 Bárbara Costeira

 

publicado por ficcaovsrealidade às 22:43

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
24
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO